Ensaios não destrutivos


Causar o mínimo dano possível com a máxima garantia ao realizar as provas que praticamos a um material obtendo a maior quantidade de informação do objeto ensaiado sem o deteriorar, é o principal objetivo e por isso, contamos com as técnicas mais avançadas em Partículas Magnéticas, Líquidos Penetrantes, Ultrassons, Ultrassons avançados, Correntes Induzidas, Raios X e Termografia.

Izasa Scientific oferece soluções completas no Controlo de Qualidade Industrial.
END_IzasaScientific
Foerster_CircographDS_IzasaScientific

Circograph DS

Controlo de Correntes Induzidas através de discos rotativos.

Discos rotativos equipados com sondas altamente sensíveis que rodam à volta do material e examinam a superfície de forma helicoidal sem contacto.

Os tipos de material que se verificam são: arame, tubos e barras de cobre, de titânio, de aço, etc..

Este procedimento encontra principalmente defeitos comprimentoinais até 30 micras de profundidade a altas velocidades de passagem (até 8m/s).

Existe uma grande variedade de modelos para adaptar às exigências do controlo e às necessidades dos clientes.

  • Deteção de defeitos superficiais fundamentalmente de orientação comprimentoinal
  • Possibilidades de controlo num intervalo de diâmetros entre 2 e 130 mm
  • Avaliação de barras, tubos, arame, etc.
  • Fácil integração na linha de controlo
  • Fácil manuseamento
  • Múltiplas possibilidades de documentação de resultados

Ler mais ...
Pedir mais info
Foerster_CabezalesRotativos_IzasaScientific

Discos rotativos

O controlo de Correntes Induzidas com discos rotativos oferece a máxima sensibilidade para a deteção de defeitos superficiais de orientação longitudinal.

Existem diversos modelos de discos para cobrir um grande intervalo de diâmetros do material a controlar.

 

Ler mais ...
Pedir mais info
Foerster_CircofluxDS_IzasaScientific

Circoflux DS

Controlo através de dispersão de fluxo magnético.

O método de dispersão de fluxo é o único que pode oferecer resultados de qualidade ao controlar material em preto.

A sua aplicação fundamental encontra-se no controlo de barras laminadas a quente. Podemos falar de defeitos com profundidades de 0,16 mm ou menores.

Podem-se alcançar velocidades de passagem de material até 3,75 m/s.

Permite a substituição do método de partículas húmidas e exame visual.

A eletrónica de controlo consegue que o manuseamento do equipamento seja simples e que se possa dispor de numerosas possibilidades de relatórios.

  • Sensibilidade muito alta graças à técnica de dispersão de fluxo
  • Aplicável a produtos redondos semi-acabados férricos, laminados a quente (material em preto).
  • Deteção de defeitos superficiais fundamentalmente de orientação comprimentoinal.
  • Discos rotativos para cobrir o intervalo de 10 a 180 mm. de diâmetro do material.

Ler mais ...
Pedir mais info
Foerster_MagnatestD-HZP_IzasaScientific

Magnatest D-HZP

Controlo através da técnica magneto-indutiva.

Equipamento magneto indutivo para separação de peças e classificação por compração com uma amostra.

Tubos, barras, perfis e uma grande variedade de peças podem ser submetidas ao controlo para detetar alterações nas propriedades mecânicas e magnéticas das mesmas.

Este equipamento é amplamente usado na indústria siderurgica, fábricas de tubos, de peças de automóvil, etc.

  • Especialmente indicado para avaliação de propriedades de materiais magnéticos
  • Controlo de dureza, profundidade de têmpera, resistência, mistura de material, tratamentos, etc.
  • Fácil de usar, manuseamento através de menus
  • Fácil integração na linha de controlo
  • Grande diversidade de bobinas e sondas
  • Multifrequência, avaliação de ondas periódicas superiores

Ler mais ...
Pedir mais info